GTP+ Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo
:: quem somos ::
:: equipe ::
:: projetos ::
:: informações ::
:: parcerias ::
:: notícias ::
:: doações ::
:: fotos ::
:: links ::







Perguntas mais freqüentes:

01. O que é AIDS?

É um conjunto de infecções e doenças provocadas pelo vírus HIV, que debilitam o sistema de defesa do corpo. Essas infecções são provocadas por: bactérias, fungos, bacilos e outros microorganismos.

02. Como se pega AIDS?

Fazendo sexo oral, sexo anal, com uso de seringa por mais de uma pessoa, com transfusão de sangue, de mãe para seu filho durante a gravidez, no parto e amamentado, ou com instrumentos que furam ou cortam não esterilizados.

03. Como não se pega AIDS?
Pelo suor, beijo no rosto, aperto de mão ou abraço, sabonete e toalha, talheres e copo, picada de inseto, assento de ônibus ou qualquer outro, piscina, banheiros, doação de sangue, pelo ar.

04. Como se prevenir?
Em todas as relações sexuais, use sempre camisinha. Além de prevenir contra a AIDS, evita a gravidez e outras doenças como sífilis, gonorréia, herpes, etc. Não compartilhe de agulhas e seringas com outras pessoas.

05. O que é HIV?

Sigla em inglês que significa Vírus da Imunodeficiência Humana. Quando o HIV penetra em um indivíduo sadio, invade os Linfócitos, que são células especiais do sangue e que fazem parte do sistema imunológico. Esse sistema é responsável pela proteção do corpo contra infecções e doenças. O HIV se reproduz nos linfócitos, fazendo com que o sistema imunológico fique debilitado, perdendo assim o poder de proteger o corpo. Isso possibilita que as infecções e doenças se manifestem. O organismo pessoa soropositiva ao HIV vai ficando cada vez mais debilitado, até chegar ao estágio de AIDS.

06. Transar com pessoas que tem AIDS pega?
Não, desde que essa transa seja uma transa segura, ou seja, uma transa com camisinha, pois a camisinha bem colocada e lubrificada é eficaz na prevenção da AIDS e de outras doenças sexualmente transmissíveis.

07. Como fazer sexo seguro?
A prática do sexo seguro consiste em fazer sexo com responsabilidade, fazer sexo com camisinha, protegendo você e seu parceiro. Fazer sexo seguro/responsável quer dizer não ter filhos antes da hora. Isso é que é fazer sexo seguro.

08. Se o vírus é encontrado no sangue, como é que ele é transmitido pelo esperma e pelo líquido da mulher?
Não é o sangue, propriamente dito, que transmite o HIV, são os linfócitos(glóbulos brancos), que existem em grande quantidade no sangue, e que também são encontrados no esperma e no líquido da mulher.

09. O sexo oral tem mais perigo que o sexo anal? Por quê?
Houve uma pequena troca de lugares, o sexo oral não é mais perigoso que o anal. Muito pelo contrario: o sexo anal é a pratica sexual mais arriscada para a contaminação pelo HIV, porque a região é bastante vascularizada (região com presença de muitos vasos sangüíneos) é uma região de grande poder de absorção(retenção de líquidos). No local, sempre que há penetração, muitos vasos sangüíneos se rompem, e o pênis também fica com pequenas feridas (não vistas a olho nu), podendo ocorrer à contaminação. No sexo oral, também pode ocorrer a contaminação.

10. Porque o sexo anal sangra?
Nem todas as vezes que a pessoa pratica o sexo anal vai sangrar. Quando isso acontece é porque foi feito de uma forma violenta e sem lubrificante. Isso é bastante perigoso, pois, caso a pessoa seja soropositiva ao HIV, fatalmente ela o transmitirá para outra pessoa.

11. Como se pega AIDS por sexo oral? Por que quando se beija não pega? Qual a diferença?
Já descrevemos anteriormente, como se pega AIDS por sexo oral e não se pega AIDS pelo beijo. Caso a pessoa seja soropositiva ao HIV, na saliva há uma quantidade muito pequena de vírus que não dá para contaminar ninguém.

12. Na relação entre dois homens se pega AIDS?
Não é a relação entre dois homens que faz a contaminação. Para haver essa contaminação é necessário que o HIV esteja presente, ou seja, um dos dois tem que ter o vírus, mas, caso algum dos dois tenha o vírus, eles podem, se relacionar sexualmente, desde que façam uso de camisinha (sexo seguro).

13. Há o risco da camisinha falhar?
Sim, há o risco da camisinha falhar (estourar), desde que ela não seja colocada corretamente e lubrificada. Toda
camisinha deve ser lubrificada com produtos à base de água e nunca, em hipótese alguma, com derivados de óleo.

14. O que significa o "coquetel"?
É o esquema de tratamento no qual você toma dois ou três medicamentos, sendo geralmente um ou dois do grupo dos inibidores da prótese juntamente com um ou dois do grupo dos inibidores da transcriptase reversa.

15. Como age o "coquetel" que auxilia no combate à proliferação do vírus da AIDS?
O tão famoso "coquetel" é chamado assim por ser a combinação (terapia combinada) de três drogas específicas ao combate do HIV, e cada droga age de maneira diferenciada dentro do corpo humano.

16. Depois de muitos anos de namoro com relação sexual há perigo de pegar AIDS?
Sim, pois caso um dos parceiros "pule a cerca" e se contamine, há possibilidade de transmissão ao seu parceiro de tantos anos. Nesse caso, o recomendável é um pacto de fidelidade e, caso não seja possível, que se faça uso da camisinha na "pulada da cerca".

17. Pode-se pegar doenças (DST) na primeira transa, usando camisinha?
Não, desde que a camisinha não se rompa, ou seja, se ela estiver bem colocada e bem lubrificada.

18. A AIDS mata rápido?
A AIDS não é mais aquela doença que causava tanto pânico nas pessoas, mas, infelizmente, a AIDS é uma doença que ainda não tem cura. Entretanto, com os estudos dos cientistas, as pessoas que vivem com o HIV ganharam mais tempo, ou seja, é uma doença que já tem vários medicamentos que auxiliam no tratamento, dando mais tempo de vida.

19. Sou obrigado (a) a realizar exames anti-HIV?
Não, ninguém pode ser obrigado a realizar o teste ant-HIV. A testagem só pode ser realizada com o consentimento das pessoas.

20. Posso ser demitido por ser soropositivo ao HIV?
Não, é proibida a demissão pelo fato de o trabalhador ser soropositivo. Porém, vale lembrar que não existe nenhuma lei que garanta estabilidade para pessoas com HIV.

21. Um profissional de saúde pode deixar de atender uma pessoa por ela ser soropositiva(o)?
Nenhuma pessoa pode deixar de ser atendida por um profissional de saúde. O atendimento profissional a soropositivos ao HIV é um imperativo moral da profissão médica e nenhum médico, instituição pública ou privada pode recusa-lo.

22. Tenho medo que o médico revele o resultado do meu exame. Como agir neste caso?
O profissional de saúde não pode revelar fatos ou diagnósticos sobre o paciente a ninguém, exceto às autoridades públicas.

23. Tenho direito aos medicamentos contra a AIDS?
Sim, além dos medicamentos contra a AIDS, o Sistema Único de Saúde garante o acesso a todos os remédios que são necessários para o seu tratamento.

24. O sexo oral no homem transmite a AIDS?
O sexo oral no pênis (boquete) sem camisinha pode transmitir o HIV e outras infecções ao se lamber o líquido seminal (as gotas que saem antes da ejaculação), deixar gosar na boca ou engolir o esperma.

25. O que são anti-retrovirais?
São os medicamentos utilizados no tratamento das pessoas soropositivas ao HIV ou com AIDS. Os anti-retrovirais são divididos em inibidores da transcriptase reserva (nucleosídeos e não-nucleosídeos) e inibidores da protease.

26. Os medicamentos anti-retrovirais conseguem matar todos os vírus HIV que estão no corpo?
Não, os medicamentos atuais podem eliminar grande parte dos vírus circulantes na corrente sangüínea.

27. Mas quando o teste da contagem da carga viral resulta indetectável, não significa que está "zerado" o número de vírus HIV?
Não, isto significa que o número de partículas virais circulantes na corrente sangüínea é muito pequeno; por isso o teste não consegue detecta-las.

28. Como funcionam os inibidores da transcriptase reversa (nucleosídeos e não-nucleosídeos)?
Eles tentarão prejudicar o vírus, impedindo que ele consiga multiplicar-se dentro da célula humana, principalmente no linfócito CD4+, que é a célula mais importante para a defesa do organismo humano.

29. Como funcionam os inibidores da protease?
Quando entra no corpo humano, cada vírus HIV procura certas células, como por exemplo, os linfócitos CD4+ penetrando no interior deles. Dentro, ele consegue multiplicar-se, rompendo assim o linfócito CD4+. Então estes vírus entram novamente na corrente sangüínea, onde cada um procurará uma nova célula para multiplicar-se. Esse medicamento irá justamente causar uma alteração na estrutura dos vírus assim que saem do linfócito CD4+, para tentar impedir a continuidade de sua multiplicação.

30. Existe algum problema se eu deixar de tomar esses medicamentos de vez em quando?
Sim, é muito importante que você tome esses medicamentos exatamente conforme as prescrições, sem deixar de tomar nenhuma dose do dia. Essas falhas causarão resistência do vírus, isto é, o medicamento deixará de ter o efeito necessário, prejudicando em muito o tratamento e, conseqüentemente, sua melhora clínica.

31. Caso eu esqueça de tomar uma das doses, devo dobrar a dose seguinte?
Não, se por algum motivo você esquecer uma dose, tome a dose seguinte normalmente.

32. Por que a maneira de administração desses medicamentos é diferente de um para o outro?
Porque esses medicamentos são absorvidos de diferentes maneiras no organismo e porque a maneira da administração serve também para melhorar o gosto de alguns, e em outros diminui os efeitos colaterais, como por exemplo, náusea.






 

GTP+ Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Site desenvolvido por
pipacomunicacao
Av. Manoel Borba, 545, 1º andar, Boa Vista, Recife, PE, Brasil.
CEP: 50070-000 - Fone/Fax: 55 (0xx81)3231.0905 - E-mail: gtp@gtp.org.br